Home > viseu 

Museu do Quartzo

Photo 1
Photo 1
Todas as fotografias / imagens são fornecidas apenas para orientação.
Localiza-se na Rua de Santa Luzia, freguesia de Vila Nova do Campo, cidade de Viseu, no centro de Portugal
 
No passado o Monte de Santa Luzia foi um importante castro proto-histórico e durante 25 anos foi alvo de extração de quartzo e a consequência foi que restou uma grande cratera que foi aproveitada para a construção de um museu onde se explica a importância mineralógica, geológica e comercial do quartzo.

O Museu do Quartzo ou Centro de Interpretação Galopim de Carvalho é o primeiro museu dedicado a apenas um mineral que é o quartzo.

A construção do Museu foi iniciada em 2006 e foi inaugurada oficialmente em 2012 revelando uma forte componente interactiva.

O Museu do Quartzo foi construído na cratera deixada no Monte de Santa Luzia por anos de exploração por parte da Companhia Portuguesa de Fornos Eléctricos que abandonou o local em 1986 e nasceu uma enorme pedreira que foi abandonada.

O Museu pretende assumir-se como "centro interpretativo" do quartzo com suporte nas novas tecnologias e o espaço ideal para crianças e adultos partirem à descoberta da Ciência.

A estrutura inclui um centro de ciência, salas de exposição, auditório e biblioteca e idealizado pelo prestigiado geólogo português Galopim de Carvalho situado num antigo local de extração de quartzo.

O Museu do Quartzo pretende ser um espaço interativo de exploração do património geológico e natural da região, sendo o único museu do mundo a dedicar-se a um mineral.

O Museu possui uma forte vertente pedagógica permitindo aos visitantes das várias faixas etárias realizarem experiências relacionadas com a geologia e mineralogia.

A partir do ano de 1995 o projeto de edificação foi desenvolvido pelo corpo técnico do Museu Nacional de História Natural e inaugurado em Maio passado.

O visitante pode ir descobrindo o planeta, pode verificar características do quartzo, experimentar e visualizar inúmeros exemplares de várias qualidades do minério.

O edifício é constituído por dois pisos: no piso inferior tem a Exposição Permanente, um Auditório (+90 lugares), Sala de Estudo e Biblioteca.

No piso inferior os visitantes podem ver o Monte e o Filão, Terra fonte de Quartzo, O Reino do Quartzo, As propriedades dos minerais, Cristais de Quartzo e Aplicações.

No piso superior existe uma área de exposições temporárias e experimentação pedagógica equipada e o cantinho “Rochas, Rochinhas, Minerais e Miúdos” para os mais pequenos.

O Museu apresenta aspectos de interesse geológico, técnicas ligadas à composição química, tipos de cristais e possui uma exposição muito interessante de quartzo.

O museu tem muitas atividades interativas onde o visitante pode ver várias peças de quartzo em 3D numa tablet.

Na exposição sobre o quartzo aprende-se a origem e as propriedades deste mineral e nos microscópios o visitante pode observar como são constituídos os minerais.