Home > sintra 

Museu de História Natural

Photo 1
Photo 1
Todas as fotografias / imagens são fornecidas apenas para orientação.
Localiza-se no centro histórico da Vila Velha de Sintra, na Rua do Paço, Distrito de Lisboa, Centro de Portugal
 
O Museu de História Natural de Sintra localiza-se em pleno Centro Histórico da Vila Velha de Sintra, na Rua do Paço, num edifício do século XIX, mais concretamente de 1893.

O museu possui um importante acervo de paleontologia (fósseis), mineralogia (minerais), malacologia (conchas) e petrografia (rochas).

O museu abriu ao público no dia 1 de Agosto de 2009, contando com todo o espólio doado por Miguel Barbosa e sua mulher, Fernanda Barbosa, recolhido ao longo de mais de cinquenta anos. Segundo Miguel, ele teve diversas ofertas do estrangeiro para receber a sua preciosa coleção.

No Museu está exposta ao público uma exposição de longa duração cuja génese nasceu das mãos do colecionador Miguel Barbosa e de sua mulher, Fernanda Barbosa, os quais durante cerca de 50 anos reuniram um acervo único composto por milhares de fósseis de valor cultural e científico incalculável.

O espaço expositivo tem uma apresentação dinâmica, recorrendo a concepções de mobiliário e equipamento assentes na modernidade, o recurso às novas tecnologias.

A exposição patente ao público conta a história que começa com a formação da Terra Primitiva e as mutações que esta sofreu ao longo de milhões de anos no decorrer das diferentes Épocas Geológicas, desde o Pré-Câmbrico ao Quaternário, mostrando toda a evolução da vida através das Colecções Municipais de Paleontologia, Mineralogia, Malacologia e Petrografia oriundas das mais diversificadas partes do mundo.

No acervo destacam-se de entre os mais de 10.000 fósseis do Museu, uma soberba Coleção de Trilobites e alguns exemplares raros e muito bem conservados de Dinossáurios, a grande beleza dos minerais com peças ainda em rocha já lapidadas será uma atracção para o visitante tanto nacional como estrangeiro.

Na Coleção de Malacologia salientam-se os Bivalves e alguns Gastrópodes, de proveniências diversas, e na Colecção de Petrografia encontram-se representadas as principais rochas do território nacional, as rochas provenientes do Espaço, os denominados meteoritos com enfoque para o célebre Meteorito de Nathan (China) cujo impacto com a Terra vem já referenciado em documentos do século XVI.

O seu principal estandarte consiste num Réptil Voador, o Brasileodactylus sp, proveniente da Chapada do Araripe (Ceará, Brasil) já estudado pelo Departamento de Geologia do Museu de História Natural de Karlsruhe, na Alemanha e considerado como espécie única como sendo também a única peça inteira detectada até hoje em todo o mundo.

O acervo conta com alguns dinossauros e ninhos de ovos da mesma espécie vindas do Deserto de Gobi e ainda alguns fragmentos do meteorito de Nathan, vindo também da China que caiu na Terra no século XVI.

O museu contém 9416 fósseis, 900 minerais, 1347 conchas, 544 amostras de rochas e uma biblioteca especializada num total de mais de 10 mil peças.

A peça de destaque do acervo é um fóssil da espécie de dinossauro Brasileodactylus sp e o único exemplar inteiro do mundo encontrado na Chapada do Araripe no estado do Ceará (Brasil).