Home > sintra 

Igreja de Santa Maria

Photo 1
Photo 1
Todas as fotografias / imagens são fornecidas apenas para orientação.
Localiza-se no Largo de Santa Maria, freguesia de Santa Maria e São Miguel, no concelho de Sintra, Distrito de Lisboa, Centro de Portugal
 
A Igreja foi erguida originalmente na segunda metade do século XII no contexto da conquista de Sintra por Afonso I de Portugal e da criação pelo monarca de quatro paróquias na vila.

A primeira igreja de pequenas dimensões servia a paróquia de Santa Maria que era o principal arrabalde da vila, e em 1254 foi instituída a Colegiada de Santa Maria pelo prior Lourenço Anes.

Nos finais do século XIII ou do século XIV, a igreja foi totalmente reconstruída em estilo gótico datando dessa época sua aparência geral atual, a capela-mor foi reformada por Luís Pires, capelão de Afonso V (1440).

A reforma mais importante foi realizada a partir de 1506 por D. João Lopo, bispo de Tânger, que era vigário de Santa Maria.

A igreja sofreu grandes danos no terramoto de 1755, o que levou à reforma do edifício entre 1757 e 1760 pelo prior Sebastião Nunes Borges, que modificou as fachadas e reconstruiu o interior.

A estrutura geral da igreja segue o paroquial resultado da adaptação do gótico mendicante à arquitectura das igrejas paroquiais na Idade Média.

O corpo da igreja é de três naves escalonadas (a nave central é mais alta que as laterais), separadas por arcadas de arcos quebrados com uma capela-mor de dois tramos com topo de planta poligonal, abóbada de cruzaria e janelões góticos.

A fachada principal possui um portal de arco quebrado com várias arquivoltas inserido em gablete sobre o portal deve haver havido uma rosácea substituída posteriormente por um janelão barroco, os portais laterais da igreja e a estrutura externa da capela-mor com contrafortes e cachorrada decorada.

A torre sineira do lado sul da fachada possui um sino de bronze fundido em 1468 como consta numa inscrição em letra carolino-gótica no próprio sino.

Na época manuelina o portal principal e o lateral sul foram modificados com elegantes arcos canopiais sendo que o principal possui dois vãos separados por um fino mainel levantado um coro-alto na entrada da igreja, o interior ganhou altares decorados com azulejos policromos hispano-árabes dos quais sobraram alguns no interior.

O terramoto de 1755 causou graves danos no edifício que teve de ser restaurado entre 1757 e 1760.

Nessa reforma foi alterada a fachada principal que ganhou um remate com volutas e uma janela barroca em substituição à anterior rosácea, nas paredes laterais das naves foram introduzidos janelões.

O interior foi enriquecido com muitos altares entretanto desaparecidos numa reforma realizada no ano de 1930 que procurou tornar o edifício semelhante ao original.
A Classificação da Igreja de Santa Maria
 
Atualmente a Igreja de Santa Maria (Sintra) é a principal edificação em estilo gótico existente na vila é classificada como Monumento Nacional desde 1922.

A Igreja é parte da Paisagem Cultural de Sintra classificada como Património Mundial pela UNESCO.