Home > setúbal 

Casa de Bocage

Photo 1
Photo 1
Todas as fotografias / imagens são fornecidas apenas para orientação.
Localiza-se na rua Edmond Bartissol, cidade e concelho de Setúbal, centro de Portugal
 
A Casa de Bocage é uma casa-museu dedicada ao poeta português Manuel Maria Barbosa du Bocage, situa-se em Setúbal, na Rua Edmond Bartissol 12 (antiga Rua de S. Domingos) na casa onde nasceu o poeta português em 1765.

No ano de 1864 foi aberta uma subscrição para a colocação de uma lápide que se realizou em 10 de Abril do mesmo ano com a seguinte descrição:” Nesta casa nasceu o insigne poeta Manuel Maria Barbosa du Bocage a 15 de Setembro de 1765. Alguns dos seus conterrâneos mandaram fazer esta memória no ano de 1864”.

No ano de 1888 foi comprada pelo Visconde Edmond Bartissol, e por este senhor oferecida à Câmara de Setúbal onde então colocada uma lápide com a seguinte inscrição: “Esta casa onde nasceu o insigne poeta Manuel Maria Barbosa du Bocage a 15 de setembro de 1765, foi adquirida pelo Visconde de Bartissol. E por ele doada ao município no ano de 1888”.

Atualmente possui uma biblioteca especializada relacionada com a vida e obra do poeta, galeria para exposições temporárias albergando o Arquivo Municipal de Fotografia Américo Ribeiro.

A Casa-museu com uma exposição permanente dedicada à vida e obra do poeta Manuel Maria Barbosa du Bocage (1765-1805), natural de Setúbal.

No piso superior funciona o Centro de Documentação e o Arquivo Fotográfico Américo Ribeiro onde se conserva parte significativa da história moderna do concelho de Setúbal.

A Casa Bocage ostenta no pátio exterior um painel azulejar oferecido pela Galeria Ratton e criado pelo artista plástico Andreas Stöcklein.

A Casa Bocage possui uma biblioteca especializada sobre a vida, obra e a época de Bocage reveste-se de dupla importância e grande valor por acolher livros editados em vida do poeta (século XVIII) e obras de arte em formato de pintura.

O visitante pode ainda observar diversas peças de coleção que se relacionam diretamente com Bocage.

O Arquivo Fotográfico com Américo Ribeiro ilustra o que era Setúbal entre 1920 a 1980.

Américo Ribeiro personalidade única e de uma sensibilidade extraordinária deixou como herança um legado fotográfico, uma máquina do tempo com mais de 142 mil espécimes.

O Arquivo, situado no primeiro andar da Casa Bocage tem uma sala expositiva onde se pode observar um conjunto de equipamentos associados à prática da fotografia, peças de mobiliário do estúdio fotográfico e objetos pessoais do fotógrafo.

Américo Ribeiro (1906-1992) foi colecionando documentação relacionada com a sua atividade, recortes de imprensa, ementas de festas, cartões, programas e correspondência que pode também ser consultada.

O visitante pode conhecer um dos mais completos espólios fotográficos portugueses do século XX que retrata o verdadeiro caráter social a partir dos rostos dos cidadãos setubalenses.