Igreja de São Miguel do Castelo

Photo 1
Photo 1
Todas as fotografias / imagens são fornecidas apenas para orientação.
Localiza-se junto ao Castelo de Guimarães, na freguesia de Oliveira do Castelo, cidade e concelho de Guimarães, distrito de Braga, Norte de Portugal
 
De acordo com a lenda, aqui foi batizado o primeiro rei de Portugal “D. Afonso Henriques” onde guarda-se aqui a pia baptismal que foi utilizada na cerimónia.

O templo foi mandado construir pela Colegiada de Nossa Senhora da Oliveira tendo sido sagrada pelo então primaz de Braga, Silvestre Godinho em 1239.

Pela sua datação, o românico já não é perfeito, e parece pronunciar em alguns aspectos a ascensão do gótico.

A Igreja de São Miguel do Castelo ao longo dos séculos foi caindo em ruínas, estado em que se encontrava em meados do século XIX quando a Sociedade Martins Sarmento decidiu restaurá-la.

A Igreja de São Miguel do Castelo apresenta uma planta longitudinal composta por nave única e capela-mor rectangular mais estreita com volumes escalonados de dominante horizontal com coberturas diferenciadas em telhados de duas águas.

As fachadas em cantaria de granito, os topos dos corpos em empena, e as fachadas laterais rematadas por cachorrada sob duplo beiral.

A fachada principal é orientada rasgada por portal com lintel interrompido inscrito em duas arquivoltas de arco quebrado, a primeira decorada com tímpano liso, e superiormente por par de cachorros que suportariam alpendre e ao centro no cimo a fresta, e no vértice da empena de remate encontra-se cruz florenciada.

A fachada lateral S. e N. abertas na nave por portal com lintel interrompido, encimado por arco demarcado no pano murário, ladeado superiormente por par de cachorros e de frestas.

A fachada lateral N. apresenta um portal com dois arcossólios, o da esquerda em arco quebrado, e o da direita em arco pleno com uma arquivolta decorada por ornato em dente de serra.

A fachada posterior com fresta aberta na capela-mor e cruz de malta no remate da empena do corpo da nave.

No interior da Igreja possui paredes em cantaria de granito com cobertura de madeira com o travejamento à vista, e pavimentos em laje de granito integrando estelas funerárias decoradas e com inscrições.

Na parede fundeira, do lado do Evangelho, encontra-se pia baptismal em granito com coluna de secção circular simples, e taça moldurada inferiormente e superiormente. O batistério é demarcado por guarda de ferro forjado com grades demarcadas na metade superior por torço coroadas por flores de liz estilizadas, junto a este encontra-se lápide com inscrição, e portais laterais inscritos em arcos plenos.

A inscrição gravada em lápide no batistério alusiva ao batismo de D. Afonso Henriques naquela igreja datada de 1664.

O Arco triunfal é decorado por friso com entrelaçados simples, assentes em impostas formadas pela cornija que percorre o paramento.

A Capela-mor sobrelevada por um degrau, e com altar recto de granito encostado à parede testeira sobre supedâneo de dois degraus.

Na Igreja de São Miguel do Castelo foi batizado o primeiro rei de Portugal, “Dom Afonso Henriques”, e ainda é possível ver a pia onde foi batizado, e sepulturas de nobres guerreiros ligados à fundação da nacionalidade.
A Classificação da Igreja de São Miguel do Castelo
 
A Igreja de São Miguel do Castelo encontra-se classificada como Monumento Nacional desde 16 de junho de 1910, em simultâneo com os vizinhos Castelo de Guimarães e Paço dos Duques de Bragança, formando assim um complexo de grande importância não só histórica como também arquitectónica.