Pista de Cicloturismo Guimarães - Fafe

Photo 1
Photo 2
Photo 3
Photo 1
Photo 2
Photo 3
Todas as fotografias / imagens são fornecidas apenas para orientação.
A Ciclovia começa entre a Rua Padre João Oliveira e a EN101 no Lugar da Devesa - freguesia de Mesão Frio e termina nos limites dos concelhos de Guimarães/Fafe entre o Lugar de Outeiro - freguesia de Infantas, concelho de Guimarães e o Lugar de Reriz - Freguesia de Fareja, concelho de Fafe, Guimarães, Braga, Norte de Portugal, Guimarães, Braga, Norte de Portugal
 
A Linha de Guimarães, originalmente denominada Caminho de Ferro de Guimarães, ligava a cidade do Porto, na Estação da Trindade, a Fafe, passando por Senhora da Hora, Trofa, Lousado e Guimarães.

O Comboio chegou primeiro à cidade Vimarense em 14 de Abril de 1888 e só depois a Fafe em 21 de Julho de 1907.

No dia 31 de Maio de 1986, o serviço ferroviário que unia as duas cidades de Guimarães e Fafe foi desativado e foi então que as Autarquias meteram mãos à obra e requalificaram o antigo canal ferroviário transformando-o em Ecopista.

No ano de 1996, a Câmara Municipal Fafense abriu ao Público a Pista de Cicloturismo de Fafe com uma extensão de cerca de seis quilómetros desde o Lugar da Foz até à freguesia de Fareja estendendo-se por zonas predominantes rurais.

No ano de 1999 foi a vez da Câmara Municipal de Guimarães completar o trajeto concelhio e inaugurar a Pista de Cicloturismo fazendo a ligação entre o Lugar da Devesa, na freguesia de Mesão Frio, e a freguesia de Fareja com um Percurso de cariz mais suburbano ao longo de pouco mais de 8 quilômetros.
A Pista de Cicloturismo Guimarães-Fafe
 
A Pista de Cicloturismo Guimarães-Fafe começa na freguesia de Mesão Frio, no concelho de Guimarães, a cerca de três quilómetros do centro da cidade, e prolonga-se até ao centro da cidade de Fafe, numa extensão superior a 15 quilómetros.

Ao longo de toda sua extensão, a Pista é interceptada diversas vezes por cruzamentos com estradas principais e secundárias proporcionando aos utilizadores múltiplos acessos de entrada e saída.

A Ecopista da Linha de Guimarães é a única no País em que os cruzamentos de nível com artérias rodoviárias são atravessados com prioridade dada aos utilizadores que circulam na Ecopista através de sinalização rodoviária colocada nas ruas e estradas que se cruzam com a Ecopista. (Stop)
Percurso de Guimarães da Pista de Cicloturismo Guimarães-Fafe
 
A Ciclovia começa entre a Rua Padre João Oliveira e a EN101 no Lugar da Devesa - freguesia de Mesão Frio e termina nos limites dos concelhos de Guimarães/Fafe entre o Lugar de Outeiro - freguesia de Infantas, concelho de Guimarães e o Lugar de Reriz - Freguesia de Fareja, concelho de Fafe.

Um antigo canal ferroviário que liga as cidades de Guimarães e Fafe e contorna algumas povoações enquanto se dirige ligeiramente para Sul.

A cidade de Guimarães é uma referência no Turismo do Norte de Portugal em particular no Vale do Ave como identitária da Fundação da Nacionalidade e o seu centro histórico com o casario secular, as ruas, os monumentos que mantém o traçado medieval foi considerado Patrimônio Cultural da Humanidade no ano de 2001.

O Percurso de Guimarães, da Ecopista, ao contrário do Percurso de Fafe, caracteriza-se por ser mais de cariz urbano e não tanto de meio rural, embora, por isso, com o aproximar do fim do trajeto se torne cada vez mais rural.

Neste percurso de Guimarães é permitido circular a pé ou de bicicleta, mas é proibido o trânsito motorizado e a circulação de animais em toda a Pista de Cicloturismo.

O piso é asfaltado, pintado no centro um traço contínuo branco que separa o tráfego nos dois sentidos possuindo largura suficiente e sinalização rodoviária vertical e horizontal,

Os utilizadores da Ecopista têm prioridade em alguns cruzamentos principalmente sobre quem se apresenta tanto pela direita como pela esquerda.

A Ecopista trata-se de uma antiga linha ferroviária que não apresenta declives acentuados e após uma ligeira subida o trajeto do lado de Guimarães é praticamente sempre a descer até se encontrar com o percurso de Fafe no Lugar do Outeiro.

O segundo Percurso da Pista de Cicloturismo Guimarães-Fafe foi inaugurado no dia 24 de Junho de 1999.
Percurso de Fafe da Pista de Cicloturismo Guimarães-Fafe
 
O Percurso de Fafe começa na Travessa da Feira Velha no centro da cidade de Fafe no entroncamento com a Rua Trindade Coelho entre o Parque da Cidade e a Praça dos Mártires do Facismo e termina nos limites dos concelhos de Fafe e Guimarães, entre o Lugar de Reriz - Freguesia de Fareja, Fafe, e o Lugar do Outeiro - Freguesia de Infantas, Guimarães.

O Percurso de Fafe com um traçado mais rural começa no centro da cidade percorrendo algumas artérias urbanas até a Rua dos Aliados onde entra no antigo ramal ferroviário e quanto mais se afasta do centro mais se insere na zona rural/de serrania até encontrar o Percurso de Guimarães.

Ao longo da Ecopista encontra pontos de relaxamento e contemplação com mobiliário que permite diversas utilizações e usufruir dos diversos bebedouros colocados em pontos chave devidamente sinalizados.

A cidade de Fafe tem um vasto património cultural, religioso e arquitetónico que merece ser visitado e aproveite a gastronomia típica da região.

Aos 4 quilômetros no início do Percurso encontra o edifício do Antigo Apeadeiro da CP de Cepães que foi recuperado e convertido em café e mais a frente a Ecopista atravessa o Rio Vizela mesmo ao lado do Complexo Desportivo de Rilhadas.

O Percurso de Fafe, da Ecopista, ao contrário do Percurso de Guimarães, caracteriza-se por ser mais de cariz rural e com o aproximar do fim do trajeto aumenta a envolvência da serrania permitido circular a pé e de bicicleta é proibido o trânsito motorizado e a circulação de animais em toda a Pista de Cicloturismo.

O piso é em asfalto e tem pintado no centro um traço contínuo branco que separa o tráfego nos dois sentidos, com largura suficiente e também possui sinalização rodoviária vertical e horizontal que inclui marcos quilométricos.

Este equipamento assenta no princípio de que a circulação na Ecopista é prioritária em relação a todas as vias que cruzam com ela seguindo uma norma que o Município de Fafe implementou, o que não se verifica na generalidade das outras Ecopistas e Ecovias.

A Ecopista como se trata de uma antiga linha ferroviária não apresenta declives acentuados e é praticamente sempre a descer em direção ao Percurso de Guimarães no Lugar de Reriz de dificuldade fácil considerando o pouco declive e a curta distância.

O Percurso mais antigo da Ecopista, O Percurso de Fafe foi inaugurado oficialmente no dia 24 de Outubro de 1996.

A Câmara Municipal de Fafe tem um projeto que visa melhoramentos em todo o percurso com particular incidência na introdução de iluminação pública e criação de algumas zonas de descanso com papeleiras e bebedouros.

No final, no Lugar de Reriz une-se ao Percurso de Guimarães proporcionando uma Pista de Cicloturismo contínua com uma extensão total superior a 15 quilômetros.