Ciclovias da Variante da Encosta de Lamaçães

Photo 1
Photo 2
Photo 3
Photo 4
Photo 5
Photo 1
Photo 2
Photo 3
Photo 4
Photo 5
Todas as fotografias / imagens são fornecidas apenas para orientação.
As Ciclovias da Variante da Encosta de Lamaçães localizam-se na Avenida D. João II e na Avenida Alfredo Barros e a via possui uma extensão de 4.636 metros, Braga, Norte de Portugal
 
A mais antiga Ciclovia de Braga desenvolve-se na Variante da Encosta de Lamaçães é uma artéria rodoviária constituída pela Avenida D. João II e pela Avenida Alfredo Barros.

Um conjunto de Percursos Unidirecionais localizados nos dois sentidos das avenidas como ascendente e descendente entre a rotunda do Hotel de Lamaçães e a rotunda de Fraião.

A Ciclovia atravessa várias zonas residenciais enquanto percorre a zona comercial de Lamaçães permitindo o acesso a várias superfícies comerciais como lojas de bicicletas.

A Ciclovia Urbana desenvolve-se sobre uma das principais artérias rodoviárias da cidade embora o troço Norte apresenta um ambiente mais rural.

A Ciclovia possui uma Pista exclusiva para ciclistas e possui uma via de sentido único com 1, 5 metros de largura localizada na berma do lado direito sendo o piso em betuminoso com destaque para a via pintada de vermelho escuro.

Na maior parte da sua extensão a artéria rodoviária possui um separador de segurança em cimento e apresenta sinalização horizontal e vertical.

A Ciclovia sobe um pouco em direção à Rotunda de Fraião e possui um grau de dificuldade baixa e a Câmara Municipal de Braga abriu a Ciclovia ao público no dia 23 de Dezembro de 2005.

A Ciclovia da Encosta de Lamaçães corresponde à primeira fase de um projeto mais vasto que compreende a execução de novas Ciclovias por toda a cidade de Braga.