Centro de Artes

Photo 1
Photo 1
Todas as fotografias / imagens são fornecidas apenas para orientação.
Localiza-se na Rua Dr. Ilídio Amado, cidade e concelho de Caldas da Rainha, Distrito de Leiria, Centro de Portugal
 
O Centro de Artes é uma estrutura municipal tutelada pelo Pelouro da Cultura que tem como missão preservar o património artístico municipal e apoiar o desenvolvimento artístico no concelho.

O Centro integra Museus Municipais um dos mais significativos núcleos de escultura portuguesa do século XX, diversas infraestruturas vindo a ser criadas Câmara Municipal desde meados dos anos 80 que têm como função apoiar a produção artística promovendo eventos e actividades de âmbito cultural.

O Centro oferece a artistas e estudantes condições propícias para desenvolverem o seu trabalho mantendo programas de residência temporária e parcerias institucionais/privadas.

O Centro de Artes e constituído: Pavilhão de Ateliers, Residência de Artistas, Exposições Temporárias (constituída por quatro galerias: duas no Atelier-Museu António Duarte, Atelier-Museu João Fragoso e Museu Barata Feyo), Espaços de Ar-Livre para a criação de obras de grandes dimensões, onde se realiza o "Simpósio Internacional de Escultura em Pedra" desde 1986.

O Centro constitui-se num dos mais importantes núcleos de escultura portuguesa do século XX:Atelier-Museu António Duarte, Atelier-Museu João Fragoso e Museu Barata Feyo.

O Espaço da Concas inaugurado em 2009, reúne parte da obra da pintora Maria da Conceição Nunes, a Concas (1946-1991), que integrou o chamado "Grupo dos Seis" e que esteve ligada à gênese da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha.

Maria da Conceição Nunes, mais conhecida por Concas (Coimbra, 9 de Outubro de 1946 - Caldas da Rainha, 17 de Janeiro de 1991) foi uma professora e pintora portuguesa.

No ano de 1984, Concas e outros artistas fundaram o chamado "Grupo dos Seis" integrado por João Fragoso e Antonino Mendes participaram em diversas exposições colectivas.

A sua obra encontra-se representada em diversas colecções privadas em Portugal, França, Dinamarca, Alemanha e Brasil, assim como no Museu José Malhoa nas Caldas da Rainha e no Museu Luís de Camões em Macau, para além dos salões das câmaras municipais de Óbidos e Beja, ou do Espaço da Concas no Centro de Artes das Caldas da Rainha.

As peças foram doadas pela família ao Município das Caldas da Rainha e representam as diversas fases da obra da artista, desde os primeiros desenhos (Moçambique, década de 1960), passando por trabalhos do período em que frequentou a Escola de Belas-Artes de Lisboa, até à obra que terminou na véspera de seu falecimento.