Barragem da Régua

Photo 1
Photo 1
Todas as fotografias / imagens são fornecidas apenas para orientação.
A Barragem da Régua está localizada na bacia hidrográfica do Douro, no rio Douro, entre as margens do concelho de Lamego e Peso da Régua, distrito de Vila Real, Norte de Portugal
 
A Barragem da Régua está localizada entre as margens do rio, ligando os concelhos de Peso da Régua (a norte do Rio) e de Lamego (sul do Rio), na bacia hidrográfica do Douro.

A barragem atravessa o Rio Douro a cerca de 4 quilómetros a montante (leste) de Peso da Régua e a barragem começou a ser construída em 1968 e foi inaugurada em 1973 onde se passou a controlar as águas e deixaram de existir as cheias.

A Barragem da Régua também conhecida como Barragem de Bagaúste foi finalizada em 1973 para uma utilização mais rentável da energia e da navegação e é considerada uma imponente construção na paisagem duriense.

A barragem da Régua é uma grande obra de engenharia civil e que requer uma pequena paragem para permitir a passagem de barcos neste desnível da água.

A Barragem é utilizada para a produção de energia elétrica e para a navegação e havendo para isso uma eclusa no lado esquerdo no sentido da descida do rio com comprimento de 90 metros e uma largura de 12 metros e vence um desnível de 28,5 metros.

A barragem tem um desnível de cerca de 27 m e passam pela sua eclusa os Cruzeiros que navegam entre a cidade da Régua e a vila do Pinhão.

A barragem junto à EN 222 que liga a Régua e o Pinhão junto à qual tem um parque de estacionamento onde pode aqui observar os Cruzeiros que passam a eclusa que é um processo que demora até 30 minutos e que reúne com frequência muitas pessoas para observar a passagem dos barcos.

A Barragem é uma das paragens que atrai aqueles que percorrem a estrada N222 e que liga o Peso da Régua ao Pinhão e a sua principal atração é o desnível que os barcos têm de vencer para navegar no rio Douro.

A Barragem de Bagaúste mesmo perto da Régua é exatamente por aqui que passam os cruzeiros que vão da Régua até ao Pocinho privilegiando o contacto com algumas das mais imponentes paisagens do Douro.

A Barragem da Régua possui uma altura de 41 m acima da fundação e um comprimento de coroamento de 350 m, no lado esquerdo uma esclusa do canal de navegação do Douro.

A central hidroeléctrica é constituída por três grupos Kaplan e tem uma potência total instalada de 156 (180) MW e a energia produzida em média por ano é de 738 (581,1) GWh.

A barragem inclui no encontro esquerdo uma eclusa do canal de navegação do Douro com um comprimento de cerca de 90 m e uma largura de 12,1 m que vence um desnível máximo de 28,5 m.

A barragem de tipo betão com gravidade aligeirada com altura acima da fundação de 41 metros (fundação em rocha e volume de betão de 108 x 1000 m3), cota do coroamento de 81 m (comprimento do coroamento de 350 metros) com largura do coroamento de 6 metros.

A barragem possui uma área da Bacia Hidrográfica de 90800 km2 com precipitação média anual de 582 mm, caudal integral médio anual de 5203400 x 1000 m3, caudal de cheia de 21500 m3/s e período de retorno de 1000 anos.

A descarga de meio fundo localiza-se no muro central com tipo controlado com comporta de 1 segmento (5.0 x 5.8) e caudal máx. desc. de 600 m3/s.

A albufeira tem uma área inundada ao NPA de 8500 x 1000m2 com capacidade total de 95000 x 1000m3 e Nível de pleno armazenamento (NPA) de 73,5 m.

O descarregador de cheias localizado no corpo da barragem com tipo de descarregador sobre a barragem, cota da crista da soleira de 58,3 m (desenvolvimento da soleira de 130 m), 5 comportas de segmento (caudal máximo descarregado de 21500 m3/s) e dissipação de energia de ressalto.

A Central Hidroeléctrica do tipo de central contígua à barragem(Nº de grupos instalados de 3 e tipo de grupos de Kaplan) potência total instalada de 156 MW e energia produzida em ano médio de 738 GWh.