Palacete da Família Rino

Photo 1
Photo 1
Todas as fotografias / imagens são fornecidas apenas para orientação.
Localiza-se na entrada nascente da cidade, passa pelo rio Alcoa e preserva os antigos caminhos da água para o Mosteiro de Alcobaça, cidade e concelho de Alcobaça, Distrito de Leiria, Centro de Portugal
 
A construção do edifício para a residência de José Pereira da Silva Rino é de 1891/1892, casado com Dna. Capitolina Araújo Guimarães filha do fundador da Fábrica de Fiação e Tecidos.

Na década de 1970, Maria Cristina Rino doou o palacete à Congregação religiosa de S. José de Cluny que vendeu o seu recheio que é um dos mais ricos de Alcobaça.

O edifício trata-se de um palacete que possui a linguagem decorativa característica do romantismo tardio em Portugal e foi adaptado para Centro de bem-estar infantil que ainda se mantém.

O Palacete da Família Rino carateriza-se por um Chalet romântica que possui a linguagem decorativa característica do romantismo tardio em Portugal, mas ainda denuncia em alguns aspectos uma reminiscência da arquitectura oitocentista na articulação de volumes.

O Palacete possui planta composta, fruto de uma estrutura longitudinal da qual derivam dois corpos perpendiculares que formam no seu conjunto um "U".

O edifício desenvolve-se em dois pisos, marcados pela disposição horizontal de volumes e coberturas diferenciadas em telhados de quatro águas com escamas no torreão e de três águas, os telhados possuem trapeiras com janelas olho de boi de cobertura semicircular.

O embasamento rusticado possui área de circulação com guarda metálica e lítica nas fachadas Sul e Este, servida por escadas, paredes pintadas de azul são assinalados por friso lítico.

O edifício possui cornija pétrea e platibanda lisa e contínua, o torreão apresenta cunhais com pilastras aparelhadas (aparelho isódomo), cornija saliente suportada por modilhões e quatro urnas em cada ângulo ao nível da cobertura.

Arqueada de fecho em forma de mísula e decorado com ornato vegetalista mais comum no segundo piso, as janelas do segundo piso possuem avental decorado com a capital "R" e com motivos vegetalistas, vãos possuem verga curvilínea de fecho rectilíneo mais comuns no primeiro piso

A fachada principal é voltada a Sul marcada pela entrada principal situada no torreão e pela estrutura pentagonal colocada na extremidade oposta à do torreão, a fachada posterior voltada a Norte possui dois lanços de escadas colocados nos ângulos.