Home > óbidos 

Porta da Vila

Photo 1
Photo 1
Todas as fotografias / imagens são fornecidas apenas para orientação.
Localiza-se na Rua Porta da Vila, Vila de Óbidos, Distrito de Leiria, Centro de Portugal
 
A Porta da Vila é a entrada principal da vila, a sul da mesma, foi mandada construir pelo rei D. João IV pela proteção que recebeu de Nossa Senhora da Piedade, Padroeira da Vila, na Restauração da Independência em 1640.

No seu interior podemos ver uma capela-oratório, com um varandim branco e decorada por azulejos do século XVIII.

No topo pode-se ler a inscrição "A Virgem Nossa Senhora foi concebida sem pecado original".

A Porta da Vila sendo a principal entrada da vila, dá ligação à Rua Direita que liga esta a porta ao castelo.

A Porta da Vila é a principal porta de entrada na aldeia enviada por D. João IV em agradecimento à protecção de Santa Padroeira Nossa Senhora da Piedade.

No seu interior encontra-se o oratório Capela desta santa, com sacada francesa barroca e azulejos azuis e brancos.

A Porta da Vila é a entrada principal da Vila e é encimada pela inscrição: ”A Virgem Nossa Senhora foi concebida sem pecado original", mandada colocar pelo Rei D. João IV em agradecimento pela protecção da Padroeira aquando da Restauração da Independência em 1640.

No seu interior encontra-se a capela-oratório de Nossa Senhora da Piedade, Padroeira da Vila, com varandim barroco e azulejos azuis e brancos (c.1740-1750) com motivos alegóricos à Paixão de Cristo, representando a Agonia de Jesus no Horto e a Prisão de Jesus, possivelmente executados no período do rei D. João V, associada às suas deslocações às Termas de Caldas da Rainha.

A sua construção amuralhada data do período do rei D.Fernando (século XIV), onde é evidente as características da arquitectura militar medieval, com a existência de uma porta dupla e com a particularidade de ser “em cotovelo”, permitindo com maior eficácia a defesa do burgo medieval.

A Porta da Vila é a principal porta da vila de Óbidos e é composta por dois portões baixos escalonados para evitar um ataque direto da cavalaria, como era comum nos castelos góticos portugueses (na época medieval A Porta da Vila costumava fechar à noite).

Nos portões encontra-se uma varanda que servia de oratório com belos painéis de azulejos azuis e brancos de 1740 que retratam a Paixão de Cristo e incluem uma inscrição relacionada com Nossa Senhora das Dores (padroeira de Óbidos): “A Virgem, Nossa Senhora concebeu sem pecado original”. (O teto pintado acima das telhas ilustra uma coroa de espinhos).

O visitante depois de passar pelo portal vê a rua principal que é a Rua Direita à sua frente, e um lance de escadas imediatamente à esquerda, comece a sua visita pela escada pois a subida e o passeio nas paredes oferecem vistas panorâmicas sobre toda a cidade.