Home > évora 

Praça e Chafariz do Giraldo

Photo 1
Photo 1
Todas as fotografias / imagens são fornecidas apenas para orientação.
Localiza-se na Praça central de Évora, freguesia de Santo Antão, Cidade de Évora, região do Alentejo, Centro de Portugal
 
O Chafariz da Praça do Giraldo é uma obra do arquitecto Afonso Álvares, e foi construído em 1571 em mármore branco rematado por uma coroa de bronze, e segundo a tradição as oito carrancas correspondem às oito ruas que desembocam na praça.

O Chafariz da Praça do Giraldo ornamenta a famosa Praça do Giraldo, local central da Évora muralhada.

A Praça central de Évora é uma bonita praça no centro histórico de Évora com muitos restaurantes, quiosques, lojas, possuindo uma bonita igreja e chafariz.

A Praça central de Évora ou Praça de Giraldo daqui consegue facilmente chegar à Sé, ao templo romano, à igreja de São Francisco ou ter um ponto de referência para visitar a cidade.

A Praça do Giraldo que remonta a 1573 é uma homenagem a Geraldo Geraldes o "Sem Pavor" que em 1167 conquistou Évora dos Mouros, e por essa destemida conquista, D. Afonso Henriques nomeou Giraldes como alcaide da cidade e fronteiro-mor do Alentejo.

No brasão de Évora podemos ver Geraldo Geraldes com a espada em punho a cavalo, e a seus pés as cabeças do mouro e a sua filha que residiam no castelo que o guerreiro atacou e onde se apoderou das chaves da cidade.

O que restou dos mouros na cidade foi destruído, e em seu lugar os portugueses mandaram construir a fonte que permanece até hoje na Praça dos Giraldos.

Os portugueses mandaram construir uma fonte que agora permanece um dos centros de atenção dos eborenses e dos turistas na Praça do Giraldo.

A Fonte Henriquina da Praça do Giraldo também conhecida como "o Chafariz da Praça do Giraldo" é uma fonte barroca de oito bicas que lá está desde 1517 é toda em mármore branco arrematado com uma coroa de bronze é uma obra de autoria do arquitecto Afonso Álvares.

Esta praça é um local no centro histórico de Évora onde se pode relaxar enquanto se toma uma bebida numa esplanada (tem várias), tendo um belo cenário com vários edifícios históricos da cidade incluindo uma das principais igrejas.

A Praça é cercada de lojas, restaurantes onde pode provar os típicos manjares alentejanos, e a calçada é coberta por arcadas construídas no passado.

Esta fonte em estilo barroco é de mármore e tem 8 bicas, cada uma associada a cada rua principal da Praça do Giraldo.

No topo existe uma coroa segundo a história popular, Filipe III de Espanha em 1619 achou que a fonte era digna de ser coroada.

Na Praça do Giraldo encontra-se a Igreja de Santo Antão mandada construir também por D. Henrique, e a sua construção iniciou-se em 1557, e destaca-se o raro frontal de mármore do altar-mor que representa o Apostolado da igreja que antes ocupava o seu espaço, e a ermida de Santo Antoninho.
A Classificação do Chafariz da Praça do Giraldo
 
O Chafariz da Praça do Giraldo está classificado como Monumento Nacional.